• If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Stop wasting time looking for files and revisions. Connect your Gmail, DriveDropbox, and Slack accounts and in less than 2 minutes, Dokkio will automatically organize all your file attachments. Learn more and claim your free account.

View
 

Duarte P - Escrita

Page history last edited by Inpi 6 years, 2 months ago

O meu futuro

 

Imagem: Qualimpor

     Quando eu for grande, vou estudar agronomia como o meu pai fez para saber ainda mais sobre vinho. Pretendo vender na Qualimpor, a empresa onde trabalha O MEU PAI, que no início, era só do Esporão, mas começou a vender vinho da TaylorsFreixenet, que são duas marcas de vinho.

     Eu vou precisar também de um curso de marketing para as vendas. Porque o trabalho do meu pai pode parecer pobre e mal pago, porque é vender, vender e vender, mas às vezes há vinhos muito caros e encomendas muito grandes!

     A minha principal ajuda seria o meu pai, porque o nome do meu pai é conhecido na indústria de vinhos do Brasil e o meu se tornaria também e que bela vida essa! :D

     Os meus cursos também demoravam algum tempo, e algum é como quem diz… Mas no fim valeria a pena, pois o meu chefe iria ser conhecido por mim e isso é das melhores coisas nos trabalhos.

     O meu trabalho tem começo no mínimo aos 23 anos, porque o curso de agronomia dura 5 anos e eu vou tentar  começá-lo aos 18 anos para começar, o mais cedo possível, a ganhar €, £ e $.

     Eu acho que a razão para haver diferentes profissões é o facto de haver vários cargos para  certos trabalhos, para não faltar nada ao povo. E os diferentes ordenados fazem sentido, porque há sempre trabalhos que dão mais trabalho e estudo, e por isso é que um vendedor de roupa recebe o ordenado mínimo.

 

 

Europa

   Na minha vila, estava tudo a ser submerso por água, e em pouco tempo, ia acontecer o mesmo com todo o Portugal! Por isso não havia tempo para fugir para França; então as pessoas que tivessem 1.000$ para os equipamentos e o O2 podiam evacuar para o Espaço.

     Como a minha mãe tinha acabado de receber a sua mesada e só ela ganha 1500$, não havia preocupação NENHUMA. A ida para o foguetão foi agradabilíssima: havia amostras de produtos chiques por todo o lado.

     Eu pensava que ia ser fácil, mas tive de passar no teste dentro de uma bola em que não havia gravidade; a bola andava dum lado para o outro e eu tinha que me aguentar. Eu ia vomitando!

     Passei em todos os testes e disseram que eu podia ir para o outro teste em que eu seria copiloto: no caso de  o copiloto ou piloto da nave serem abatidos pelos “Space Invaders”, eu estaria lá para ajudar.

     Finalmente, entrámos para a Nave. O arranque nem teve contagem. Achei que eles estavam mesmo com pressa. Quando saímos da Atmosfera, comecei a reparar que já não havia som: aí dei-me conta que já estávamos na Estratosfera.

     Quando aconteceu o inesperado…

 

       A Ajuda da Capuchinho Vermelho

 

Imagem: Wp Clipart

 

        Eu fui a uma biblioteca, alugar um livro para a minha prima Marta, no Alentejo, pois todos os livros dela tinham ficado em casa.

      Encontrei o livro da Capuchinho Vermelho, uma história que ela não conhecia. Mal cheguei à zona de literatura infantil, o livro começou a falar comigo e disse-me para eu ler um livro. Eu fiquei a pensar: ‘’para quê? Vou ignorar, devo estar a imaginar coisas’’ . Depois. Subitamente, apareceu à minha frente a Capuchinho Vermelho e ordenou:

 -Ai vais ler, sim!

 -Porquê? Não vai adiantar nada! Eu consigo crescer bem sem ler.

 -Não consegues não, a minha avó diz que sempre que acabares um livro, lês outro e outro e outro, senão, não consegues desenvolver a tua capacidade de memória e visão e muitas outras capacidades! Adeus …

De repente, a Capuchinho Vermelho voltou para o livro e, quando eu fui buscar outro livro, ela, na capa  dizia, apontando para livros :

 -Olha aquele, eu acho que vais gostar e olha aquele ,também é muito giro…

   E assim eu descobri a importância de ler.

Duarte P 6C -

Resposta à Prova Final de 2013, 1ª Fase

 

 

 

Fighting Poverty in South Africa

 

Satellite Picture of South Africa - Ookaboo.com

     In South Africa, we need help to fight Poverty, and, partially, the inequality, because people have the right to freedom and, in South Africa, this is not being respected.

 

    In the south of Africa, there is a lot  of poverty and the U.N. aren’t helping. Poverty has been spreading  and in South Africa there have been many economical problems.

 

   After the World Soccer Championship, in which we had to spent a lot of money, we should alert the U.N. about the Poverty in our country.

   Since 3 years, our country has been suffering; we have come to a new crise along these last years; we need help as soon as possible.

Duarte P 6C

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.