• If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Finally, you can manage your Google Docs, uploads, and email attachments (plus Dropbox and Slack files) in one convenient place. Claim a free account, and in less than 2 minutes, Dokkio (from the makers of PBworks) can automatically organize your content for you.

View
 

Apontamentos dos Tutoriais

Page history last edited by Inpi 3 years, 9 months ago

Código no Arduíno

 

Tem cinco elementos:

 

1 - Bibliotecas: funções preparadas previamente por outros programadores ou até pelos criadores da plataforma.

 

2 - Variáveis- são definidas depois das bibliotecas, servem para guardar informações.

Ex: o valor de uma velocidade, o resultado de um cálculo.

 

3 - Funções- São criadas por nós.

 

4 - Void Set Up ()- Inicializa as Variáveis, modos de pins, definição da velocidade de transmissão serial, etc.

 

5 - Void Loop ()- Parte do código em que se faz um Loop, isto é, cria-se um ciclo de repetição para que as instruções sejam repetidas indefinidamente.

 

1. Sobre as Bibliotecas

 

Quando se cria um código ou programa com uma linguagem de programação, neste caso C/C++, podemos usar um conjunto de funções já criadas por outros programadores que já resolveram determinados problemas. Esse conjunto é chamado: Bibliotecas.

 

1.1. Bibliotecas a Utilizar

 

1.1.2 Servo- para quando temos um servo-motor acoplado ao Arduíno. Assim, de forma intuitiva, conseguimos colocar o servo motor numa certa posição, com um único dado de entrada: o ângulo.

 

1.1.3. Ultrasonic- Esta biblioteca usa-se para controlar o sensor de ultra-som, pois facilita a leitura que este sensor lê.

 

1.2. Como se usa uma Biblioteca?

 

1 - Inclui-se a biblioteca no início do código.

Exemplo:

#include <Servo.h>

void set up ()

{

}

void loo p()

{

}

2. Sobre as Variáveis

 

Variável” é o nome que damos a um valor para usar ao longo de um programa.

Exemplo: Dados de um sensor; ou o valor intermediário de um cálculo.

 

2.1. Como Utilizar as Variáveis

 

1º Têm de ser declaradas:

2.1. Definir o seu tipo.

2.2. Opcionalmente configurar um valor inicial - iniciar a variável.

 

Nota: Quando elas são declaradas, já não precisam de ser iniciadas.

 

Exemplo:

int variavel1; //declarar variável

int variavel2=0; // iniciar variável

O que significa "int"? O tipo de variável; "variavel1" é o nome atribuído à variável.

 

2.2. Como Usar Variáveis já Declaradas ou Iniciadas?

 

Depois de serem Declaradas ou Iniciadas, podem ser usadas para atribuir, alterar ou utilizar um valor.

 

2.3. Como é que se atribui ou se altera o valor de uma Variável?

 

Utiliza-se o operador "=". Ele diz ao programa para atribuir o que está do lado direito do sinal de igual, à variável, a qual deve ficar do lado esquerdo desse sinal.

Exemplo:

variavel1=7; // atribuir à variável 1 o valor 7.

variavel2=analogRead(2); // atribuir a voltagem lida de uma porta analógica 2 do arduíno.

 

2.4.Que Tipos de Variáveis existem?

 

A– Variáveis onde só se podem guardar números;

B– Variáveis onde se pode guardar qualquer tipo de carater: nº. letra ou símbolo.

 

A - 1 int - Consegue guardar valores de -32767 até 32767 (apenas números inteiros)

Exemplo:

int var1=200

 

A - 2 - float - consegue guardar valores de -3.4 x 10^308 até +3.4 x 10^+308 com precisão até seis dígitos.

float var2 = -0.0489

 

A - 3- double - consegue guardar valores de -1.7 x 10^308 até +1.7 x 10^+308 com precisão até dez dígitos.

double var3 = 0.478009

 

B -1- char - consegue guardar letras, números e símbolos: 'a', 'b', 'H', '^','*', '1', '0'.

char var4='A';

 

B -2- string - consegue guardar conjuntos de letras, números e símbolos: 'a', 'b', 'H', '^','*', '1', '0' (por exemplo, uma frase)

char var5[20] = "Escola de Robótica!!";

 

Nota- Como a string é um conjunto de carateres, começa como sendo do tipo char, mas no nome da variável, entre parênteses retos, coloca-se o número de carateres que serão colocados no seu interiore essa informação é colocada dentro de aspa duplas.

 

3.1 - Para que servem as Funções?

 

3.1. Servem para criar pequenos pedaços de códigos separados do programa principal.

No Arduíno elas são colocadas fora do void loop().

 

3.2. Para que servem estas criações?

 

  • Elas devolvem valores;

  • Ajudam a fragmentar o código em partes menores

  • Podem ser usadas mais de uma vez no mesmo programa, poupando tempo de programação e inúmeras linhas de código que fazem o mesmo.

 

3.3 Como se cria uma função?

 

A imagem abaixo mostra uma funçãoque soma dois valores e depois devolve o resultadoao programa principal.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

4 . O que é o void setup()?

4.1. O "void setup ()" é normalmente usado para:

  • Inicializar variáveis ​​,

  • Modos de pins,

  • Definir a velocidade de transmissão serial, etc.

Por exemplo, se utilizarmos um servo-motor e queremos atribuir-lhe uma posição de inicialização, isto é, em que a posição do servo deve estar antes do inicio das operações, podemos utilizar o exemplo de código apresentado abaixo.

 

 

 

 

 

 

5. O que é o void loop()?

5.1. É a parte do código em que se faz um loop, ou seja, cria-se um ciclo de repetição para que as instruções dentro dele sejam repetidas indefinidamente.

 

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.